O que é o Console de Buscas do Google

Console de Buscas do Google (Antigo Ferramentas para Webmaster) é uma coleção de ferramentas que ajudam os donos dos sites, desenvolvedores e profissionais de SEO a monitorar toda a performance do seu conteúdo no Google.

Diferente do Google Analytics, o Console de Buscas fornece informações que ajudam a manter a “saúde” do seu site dentro do catálogo de resultados do google, monitorando como o seu site está aparecendo, verificando se tem algum erro de rastreamento nas páginas e no mapa do seu site.

Neste post, quero compartilhar com você um passo a passo de como conectar o seu site no Console de Buscas do Google para garantir que o Google comece a entender o seu conteúdo e apresentar aos usuários como uma opção de resultado relevante e orgânico.

1. Acessando o Console de Buscas do Google

Para acessar o Console de Buscas do Google, digite no seu navegador o seguinte endereço: http://www.google.com/webmaster

Acessando este endereço, você será direcionado para a página principal do Console. Nesta página, você pode acessar/ativar a sua conta clicando na opção Iniciar Sessão que fica no topo direito da página ou se preferir, você pode clicar no botão verde logo abaixo (vide Ilustração).

Tela de entrada do Google Search Console

Clicando tanto na opção do topo da página ou clicando no botão verde “Search Console”, você será direcionado para a página de login.

Um dos requisitos deste console é que você tenha uma conta ativa do Google. Não importa qual é o seu plano, gratuito ou pago, o Console de Buscas é gratuito. Caso você não tenha uma conta Google, você pode clicar aqui que eu te encaminho para a tela de cadastro.

2. Informe ao Google que você é o proprietário do site

Uma das etapas para cadastrar o seu site na base do Console do Google é sinalizar que você é o proprietário do site. Isso quer dizer que você (seu login @gmail.com) é o proprietário (webmaster, dono do projeto, área relacionada). A palavra proprietário nesta ferramenta significa que é o usuário que detém os direitos do site, que ele pode ter acesso as informações relacionadas ao site cadastrado, garantindo que nenhuma outra pessoa (salvo em alguns casos quando o proprietário compartilha o acesso) tenha acesso as informações.

Para informar ao Google a sua propriedade, o primeiro passo é clicar no botão vermelho “Adicionar uma propriedade“. Veja a imagem abaixo:

incluir_propriedade_google_webmasterApós clicar neste botão, você deve informar a url principal do site que será adicionado. Esta url não pode faltar o http:// ou https://, sem ele o próprio site recomendará com um alerta a inclusão do protocolo. Resumindo, quando for digitar o seu site, coloque o http:// no inicio. Exemplo: http://www.meusite.com.br.

3. Seguindo as Instruções para configurar a verificação

Como exemplo, vou trabalhar com o domínio https://www.cursogoogle.com.br.

Após clicar no botão “Adicionar Uma Propriedade” e informar o endereço do seu site, você será direcionado para uma página com o “Método Recomendado” de verficação.

Nesta página, o Google Search Console recomenda que o tipo de verificação seja feito através de um arquivo HTML. Este arquivo HTML ( gerado e fornecido pelo próprio Console ) garante que a verificação do site esteja sempre ativa pois o arquivo fica salvo no servidor do seu site. Um dos outros métodos mais usados é a inclusão de uma tag (linha de código) direto no código fonte do seu site e com isso, a validação fica em risco pois caso alguém altere o código fonte do site e por algum motivo acaba perdendo essa tag de verificação, o Console perde a verificação, por isso o recomendado é subir este arquivo HTML direto na raiz do seu servidor.

Para subir este arquivo HTML basta seguir as orientações ta página do Console. Veja exemplo:

Tela de Cadastro do Google Search Concole

De todos os outros métodos de verificação, o mais rápido e que eu recomendo é a verificação pela TAG HTML. Uma linha de código que você vai inserir dentro do bloco <Head></Head>. É uma ótima alternativa quando você não tem acesso de imediato ao FTP do seu site. Para quem trabalha com WordPress, é a alternativa mais rápida para verificar o site. Como tudo na vida tem o ladro contra, esta alternativa abre um risco no seu site que é Garantir que o código continue no bloco Head mesmo com novas atualizações.

Após a inclusão do código e a validação for finalizada com sucesso, o Google Console de Buscas apresentará um painel central com todas as informações sobre o seu site como por exemplo:

Erros de Rastreamento

O Console apresentará todos os erros que o seu site está gerando. A maioria dos erros estão relacionados a página não encontrada. Por exemplo: Hoje publiquei no meu site um post com o nome “Meu nome é”, depois de uma semana o Google indexou essa página e eu resolvi renomear para “Meu nome é Rafael”. Como o primeiro nome não existe mais, sempre que alguém tentar acessar está página ou o próprio robô do Google não encontrar esta página, o mesmo apresentará uma lista com todas as páginas que precisam de atenção e correção.

Análise das Buscas

Dentro deste painel, você terá acesso as palavras chaves que foram consultadas no Google onde você apareceu como resultado relevante. Além disso, você consegue personalizar o filtro para aprofundar mais o seu entendimento sobre o seu site. Você pode visualizar quais páginas foram apresentadas como resultado, impressões, posicionamento e muito mais.

Mapa do Site

O Mapa do Site é um dos componentes mais importantes para que o Google e outros buscadores conheçam melhor a estrutura do seu site. Como o próprio nome diz, é o mapa completo de como as páginas estão relacionadas, como os ítens estão classificados pelas categorias, tags e se for o seu caso, como os autores estão classificados, quais foram as publicações de cada autor.

Com o Console de Buscas do Google ativo e verificado no seu site, você terá informações tão preciosas sobre o comportamento das buscas no site para enriquecer a sua estratégia de conteúdo e de certa forma colocar um trilho no seu raciocício sobre SEO. Entender quais as palavras que estão sendo procuradas e você é uma referência relevante é um direcionador que muitas pessoas não fazem ideia.

Com este post, espero que você tenha entendido um pouco sobre o Console, sobre a sua importância e os valores agregados escondidos neste console.

Se você ficou com alguma dúvida ou gostaria de trocar uma ideia sobre o uso do console, deixe o seu comentário abaixo.

Obrigado.